Os florais e a saúde bucal

Ir ao dentista pode ser um grande drama para muitas pessoas. A cirurgiã-dentista Maria Clarice Tiba Murata se tornou terapeuta floral para dar fim a essa dificuldade e contribuir para o sucesso do tratamento dentário de seus pacientes

Muita gente costuma sentir algum tipo de medo e ansiedade nas consultas odontológicas e esse estresse pode tanto comprometer os resultados como influenciar na aceitação deste.

Na década de 90, comecei a estudar sobre os florais de Bach e percebi que eles ajudavam no equilíbrio tanto do paciente quanto do profissional, promovendo um estado de controle do estresse. Além disso, compreendi que a terapia com os florais de Bach trazia essa abordagem sistêmica para a clínica odontológica. Fiz, então, o curso Aprenda a usar os Florais de Bach Healingherbs.

Como cirurgiã-dentista e terapeuta floral, houve uma nova forma de entender os pacientes e as suas doenças e um entendimento de que há uma relação entre as emoções, o modo de pensar e viver do paciente com os problemas que se manifestam em sua cavidade oral.

Tive uma paciente que apresentava sudorese excessiva desde o exame clínico, o que a constrangia muito e, por isso, vivia desmarcando as consultas; depois que passou a tomar os florais, conseguiu retornar à consulta na semana seguinte e, desde então, retorna periodicamente.

Um outro paciente apresentava uma redução na abertura bucal, o que impossibilitava a moldagem para a realização de uma placa miorrelaxante. Após três meses, houve o destravamento mandibular, que permitiu a realização da moldagem e a continuação do tratamento odontológico.

No meu consultório, utilizo as essências florais de diversas formas, além da forma oral. É importante dizer também que há uma íntima relação entre
as emoções, a salivação e as doenças bucais.

A saliva tem um papel fundamental no controle da quantidade de micro-organismos, contém diversas defesas que destroem as bactérias estranhas à boca, sua secreção é essencial na manutenção dos tecidos bucais saudáveis e o seu fluxo auxilia na limpeza dos dentes.

Várias pesquisas relatam que os problemas emocionais, como medo e raiva, alteram a secreção da salivação, o que causa vários tipos de doenças bucais, dentre elas cárie, halitose, afta e gengivite.

Já as emoções positivas ajudam na liberação harmônica dos hormônios para o bom funcionamento das glândulas salivares. Portanto, quando os florais de Bach equilibram as nossas emoções, eles indiretamente estão contribuindo para uma salivação correta e pela saúde da boca. Além de
ser uma terapia sem efeitos colaterais, não invasiva, de fácil utilização e baixo custo.

Ilustração: Sandra Javera
Contato: Dra. Maria Clarice Tiba Murata – clariceflorais@yahoo.com.br

Gostou desse artigo? Se quiser receber por email a 3a. edição da revista Essência Healing, clique aqui.

Para o topo