A mudança que o floral trouxe para minha vida

Convidamos a jornalista Ana Maria Spalato para falar sobre o lançamento da primeira revista brasileira especializada no assunto – nossa forma de homenagem

Desde menina, “cultivo” flores. Aos 6 anos, já tentava dar às flores do jardim de casa o mesmo cuidado que elas recebiam das mãos hábeis de meu pai. Encantada, observava cada flor como quem lê página por página de uma boa revista. A paixão por revistas também me acompanha desde a infância. Depois de formada, lá fui eu buscar experiência nas editoras Abril, Globo entre outras.

Tudo se preparava. Até que, em 1992, comecei a tomar florais. Não demorou dois meses para eu notar a sutileza com que as flores me encorajavam a realizar um grande sonho: criar minha própria revista. Mas nem sequer supunha que realizaria o projeto editorial de uma revista especializada em tema tão sutil: florais!

No início de 1994, a empresa Motivo Editorial convidou a mim e a minha irmã Marilene Spalato, já psicóloga e terapeuta floral, para escrevermos um livro de bolso sobre os florais de Bach. Não convencidas, apresentamos um trabalho que surpreendeu os editores.

“Era só um livrinho. Não há verba para o projeto de vocês”, disseram. Insistimos. Otávio Mendes, meu marido, viabilizou o projeto vendendo espaços publicitários. E seguiu para as bancas a revista Dos Florais de Bach aos Florais do Mundo. Logo depois, a Motivo encerrou as atividades. Com a ajuda dos florais, fortaleceu-se nosso poder de decisão e a coragem para abrirmos nossa própria editora.

Na primavera de 1994, lançamos a revista Terapia Floral. O sonho já não era só meu nem só da família. As pessoas certas apareceram no momento certo. A energia das flores impregnou nosso trabalho e despertou o interesse de colaboradores que abraçaram a causa.

Como os maciços de flores do jardim de meu pai, a revista floresceu
rapidamente. E o sonho realizado espalhou-se como imenso campo da flor Heather, partilhado com um número cada vez maior de leitores, que logo chamaram a revista Terapia Floral de “A Nossa Revista”.

Os florais nos conduziram do pioneirismo à especialização na área. Hoje, com suas publicações especiais e na versão online, a revista Terapia Floral segue trilhando os passos do Dr. Bach, há 20 anos. Sempre unida aos que buscam semear a luz, o equilíbrio, a paz, a saúde integral e a harmonia que a terapia floral pode proporcionar à humanidade, a outros seres vivos e ao nosso planeta.

Ana Spalato é jornalista, poeta, professora e editora da revista Terapia Floral.

Contato: Ana Maria Spalato – www.terapiafloral.com.br

Ilustrações: Sandra Javera

Gostou desse artigo? Se quiser receber por email a 1a. edição da revista Essência Healing, clique aqui. 

Para o topo