Reiki: A Energia Universal de Cura

Saiba como essa terapia de cura energética atua e como ela pode nos ajudar a superar quadros traumáticos, estresse e uma série de outros desequilíbrios.

Não precisamos de nenhum aparelho medidor para reconhecer que tudo no universo é feito de energia, ou se preferir, correntes vitais em constante movimento. O Reiki, método milenar de cura energética, se baseia nessa realidade invisível aos olhos, mas perceptível pelas camadas sutis do nosso ser – vibracional, mental e emocional -, como também pela dimensão física.

Mas, se você ainda o considera um tanto misterioso, saiba que, desde 2017, ele se tornou uma prática integrativa e complementar reconhecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com o aval da Organização Mundial da Saúde (OMS) – saiba mais sobre as PICs. Além disso, importantes universidades de todo o mundo comprovaram a efetividade do Reiki como recurso adicional no tratamento de vários tipos de doenças.

A psicóloga, mestre em Reiki e terapeuta floral, Leopoldina de Sousa Alencar, apresenta, a seguir, as principais características dessa prática restauradora e muito bem aceita pela medicina integrativa.

O que é Reiki?

Reiki é uma das formas antigas de curar. A palavra é de origem japonesa e significa energia vital universal. É um método que utiliza a matriz energética perfeita e inteligente, que permeia tudo o que existe, para gerenciar o fluxo de energia individual, reparando possíveis falhas.

Onde e quando ele surgiu?

O Reiki foi descoberto no Japão, em 1922, por um monge budista chamado Mikao Usui (1865-1926), ao final de um retiro de 21 dias. O Reiki se origina de uma prática tibetana milenar, que envolvia jejum, meditação, mantras e orações, cujo nome tibetano é Tsi Dup Yang Bod. Ela é a mais antiga prática de cura proveniente da civilização Bör (ou Bon), que era a população nativa do Tibete (há registro dessa civilização pelo menos três mil anos antes de Cristo). Considerado o decodificador do Reiki na forma que se aplica hoje, Mikao Usui fundou também a primeira escola formal de Reiki na cidade de Tóquio.

Como o Reiki funciona na prática?

O Reiki funciona na prevenção e cura energética de várias formas e manifestações de desequilíbrios. A prática se dá através da aplicação individual e/ou coletiva, canalizando a energia Reiki diretamente para uma pessoa ou grupo de pessoas, situação, cidade ou país, objetos, plantas ou animais etc.

Para que ele é indicado?

É indicado para minimizar a ação do estresse, para controlar a ansiedade, sendo muito eficaz no tratamento de doenças psicossomáticas, a exemplo do pânico, insônia, fibromialgia, depressão, entre outras. Sua aplicação também é recomendada para pacientes em convalescença. Pode ser utilizado em gestantes e bebês, adultos e idosos, e até nos ambientes domésticos ou de trabalho.

Como se dá a transmissão desse conhecimento a quem deseja aprendê-lo?

O aprendizado do Reiki é oferecido em cursos de 12 horas aula para cada nível. Ao todo, são três, divididos em teoria e prática; consiste em auto-observação energética, autoaplicação de Reiki, aplicação em terceiros e recebimento de terceiros, presencial ou à distância, sendo a aplicação à distância permitida somente após o segundo nível.

Pode explicar melhor a hierarquia dos níveis de Reiki?

O Reiki foi sistematizado em três níveis por um discípulo de Mikao Usui, chamado Chujiro Hayashi, para facilitar o aprendizado e otimizar a prática dos alunos. O primeiro nível prepara os alunos para o despertar e conhecimento de sua fisiologia energética, através do estudo da aura, dos corpos sutis e dos chakras (centros de energia). Os canais de energia são abertos e o iniciado aprende as noções básicas do tratamento no corpo físico, podendo aplicar a energia Reiki em si e nos outros de forma presencial. O segundo nível de Reiki apresenta ao aluno símbolos do Reiki, considerados chaves que definem os padrões de energias a serem utilizadas, é de grande ajuda no tratamento das emoções e prepara para o envio de Reiki à distância. O terceiro nível equivale ao grau do mestre interior. O aluno aprende a ser mestre de si mesmo, separando o que o ajuda no seu processo de evolução do que o atrapalha. Ele recebe o símbolo do mestrado e será capaz de realizar-se na vida.

A partir de que momento um aprendiz está apto a ministrar Reiki?

Recomenda-se um período de 21 dias de prática com autoaplicação, como forma de limpeza e alinhamento de sua energia pessoal com a energia do Reiki recebida durante a iniciação no curso. Só após este período ele deve começar a utilizar em outras pessoas. Lembrando que, após o curso do primeiro nível de Reiki, o aluno está habilitado à utilização do Reiki apenas de forma presencial. A aplicação à distância será ensinada no curso do segundo nível.

Um curso de Reiki online funciona da mesma maneira que o presencial?

Sim. O Reiki é uma terapia de cura energética que pode ser realizada de forma presencial ou à distância. Sendo assim, a transmissão do conhecimento e a preparação do praticante podem ser feitas à distância sem nenhum prejuízo à aprendizagem e à sua eficácia. Por ser uma terapia energética, ela é também não local.

Nos seus atendimentos, você costuma unir o Reiki aos florais? Como funciona essa sinergia?

Sim. Uma prática apoia a outra. Ambas atuam no campo sutil, modificando a frequência vibracional e elevando, assim, o nível de consciência daquele que faz uso delas. São recursos terapêuticos muito afins, o Reiki, com a canalização da energia Universal direta através das mãos; e os florais através da energia das flores, cada um com seu padrão específico para cada situação. Posso citar um caso de uma paciente, que após uma cirurgia para retirada do útero, sentia muita dor de cabeça e ansiedade, dificuldade para dormir e muita agitação interna, consequências da anestesia. O tratamento do Reiki ajudou no equilíbrio dos chacras, na dor de cabeça, associado aos florais, que trataram a ansiedade, melhorando o sono e a agitação interna, em um mês de tratamento.

Pode dar mais exemplos de casos em que o Reiki beneficiou pessoas?

Há muitas situações que foram transformadas com a ajuda do Reiki. Posso falar da minha avó materna que teve câncer e foi tratada com Reiki durante o período da doença, como cuidado paliativo, melhorando muito a sua qualidade de vida, sua energia vital e ânimo para enfrentar o tratamento convencional. Tratei um rapaz que, após ser vítima de um assalto, desenvolveu síndrome do pânico e não conseguia sair de casa sozinho. Por isso, era sempre levado à sessão por algum parente ou amigo. Após o tratamento, contudo, se recuperou totalmente. Também tratei um senhor idoso, que vivia sendo internado com problema respiratório de fundo emocional, há anos passava de uma a duas semanas hospitalizado todo mês, sem conseguir respirar e com muito medo de morrer. Comecei a atendê-lo ainda no hospital e, após o tratamento com Reiki, ele não foi mais internado nos últimos três anos. Há ainda o caso de uma adolescente com ansiedade em virtude do vestibular, já ia fazer o terceiro vestibular e não conseguiu concluir as provas dos exames anteriores por causa da ansiedade, sendo aprovada após o tratamento com Reiki.

Saiba também como o Reiki e os Florais de Bach atuam em conjunto.

Conheça o curso Reiki em 3 módulos

O novo curso oferecido pela Healing: Reiki em 3 módulos, ministrado pela psicóloga, mestre em Reiki e terapeuta floral, Leopoldina de Sousa Alencar, apresenta em detalhes os fundamentos e as aplicações desta ferramenta de cura milenar para quem deseja agregar esse conhecimento à sua prática profissional ou à sua jornada de autodesenvolvimento.

Ficou interessada? Então, saiba mais sobre a formação completa em 3 módulos, online e ao vivo,ministrada por Leopoldina de Sousa Alencar.

Leopoldina de Sousa Alencar

Psicóloga, mestre em Reiki, terapeuta floral, aromaterapeuta, homeopata, professora de yoga, consteladora familiar sistêmica e fundadora do espaço Quintessência, em Recife, criado há 24 anos.

Contato

(81) 8612-1961

tags
Para o topo