A gratidão nos fortalece

Os Florais de Bach podem aflorar em nós esse sentimento fundamental para nos conectarmos à vida de um jeito mais leve e esperançoso.

Se existe um alimento recomendado para o coração, ele se chama gratidão. Sentir-se grato pelo dom da vida e pelas possibilidades de crescimento que a existência nos oferta nos fortalece perante os desafios e nos torna mais benevolentes. A natureza sabe disso e nos ajuda a sintonizar na frequência da gratidão com os Florais de Bach.

Em momentos de dificuldade, tendemos a colocar ênfase nas coisas ruins, a olhar a metade vazia do copo. Nessas horas, o peito esfria porque a gratidão se apaga, justamente quando deveria se acender dentro de nós.

Na visão do terapeuta floral Daniel Mazzo, hoje em dia muitas pessoas têm dificuldade de sentir a experiência da gratidão porque vivem de maneira autocentrada e acreditam ser autossuficientes. “A ausência de reciprocidade nos deixa aprisionados em nossos próprios interesses, afastando-nos da solidariedade e empatia e fechando nossos corações”, ele opina.

Mas daí vem uma crise e nos abala, revelando inúmeras oportunidades para ressignificarmos conceitos como, por exemplo, reconhecer que não somos autossustentáveis.

“A humildade de admitirmos a importância da interação humana faz com que nos sintamos mais felizes em reconhecer que o outro pode contribuir para o nosso bem-estar”, observa Daniel.

Quem é grato se sente parte do todo

Nesse sentido, a gratidão é fundamental para a saúde porque nos conecta à teia humana e nos devolve a esperança (Conheça as essências indicadas para estados de angústia e desalento). Pense bem, em meio a tantas incertezas, podemos ser gratos por diversas atitudes positivas. Cientistas que estão a todo o vapor trabalhando em vacinas, profissionais da saúde oferecendo os cuidados necessários aos pacientes, além de ações de solidariedade e altruísmo por toda a parte. Centelhas de luz, esses gestos valorizam a vida humana e nos fortalecem para seguir em frente com mais gratidão.

Muitos são os benefícios colhidos por quem se sente grato. A pessoa consegue manejar os aspectos de sua vida com mais leveza, é capaz de enxergar os aprendizados e amadurecimentos trazidos pelas adversidades, nutre perspectivas mais otimistas e, com isso, a saúde física e emocional não fica sobrecarregada. “Estudos científicos evidenciaram que o sentimento de gratidão aumentou a saúde física, a resiliência e a qualidade da vida diária”, destaca o terapeuta.

Ele ressalta ainda que não devemos negar a dor com um falso conceito positivista da vida. É importante ser, antes de tudo, realista. “Nossas consciências precisam chorar, sofrer, compartilhar a dor para sermos legitimamente humanos. O conceito de transformação a partir do sentimento de gratidão significa não ficarmos focados em uma área da consciência, mas, sim, observar outras que podem nos ser úteis”, propõe.

Gratidão pelos aprendizados do caminho

Podemos, então, definir gratidão como uma forma de dar sentido existencial à vida. Mas devemos ficar atentos para essa perspectiva não nos escapar.

Como?

Observando que as dificuldades estão recheadas de experiências que produzem crescimento pessoal e, se for preciso, buscando o auxílio dos Florais de Bach para nos abrirmos para essa perspectiva mais construtiva e generosa.

Daniel conta que ele próprio atravessou esse desafio quando adoeceu e passou alguns anos sem encontrar um diagnóstico médico preciso. Com o uso dos florais, conseguiu mudar um pouco o foco, ficou mais tranquilo e pôde enxergar o processo de amadurecimento e mudança em sua vida. “Ao longo do tempo, minha saúde foi sendo restaurada e me senti grato pelos ganhos que obtive no decorrer do meu processo de cura”, revela.

Como terapeuta, ele enfatiza que a causa da falta de gratidão pode ser diferente em cada cliente, logo os florais indicados podem variar bastante. No entanto, três essências costumam abrir brechas para que nossos corações se sintam agradecidos:

Willow – O ressentimento pode deixar algumas pessoas muito consternadas.   Dr. Bach comenta que elas “sentem que não merecem tão grande provação e que isso é injusto, tornando-se amarguradas”. Esse floral possibilita que o indivíduo redirecione seu holofote para uma perspectiva diferente, substituindo a amargura pelo sentimento de gratidão, por meio do aprendizado contido nas situações que antes o levariam ao ressentimento. Saiba mais sobre o floral Willow.

Mimulus – O medo nos fecha para a questão da reciprocidade. É um floral muito útil para trabalhar a empatia, portanto favorece o sentimento de gratidão. Saiba mais sobre o floral Mimulus.

Holly – Quando houver sentimentos muito negativos e agressivos em relação ao outro, como o ódio, a desconfiança, a inveja e o descaso. É um importante floral que trabalha a abertura para o outro, proporcionando empatia, amor e, consequentemente, gratidão. Saiba mais sobre o floral Holly.

Gostou do assunto? Então saiba como cultivar a fé e a perseverança para seguir trilhando o caminho da sua Alma.

Daniel Mazzo

Após atuar na área da saúde por 13 anos, Daniel Mazzo se formou, em 2006, em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde – Florais de Bach. Desde então, atua como terapeuta floral.

Autor do livro O Ser que Não Adoece – Uma compreensão holística da saúde e da doença (Sensiflor – Livraria e Editora), em que relata a relação de nossas emoções com a saúde e como os florais de Bach podem ajudar nesse processo, ele também ministra cursos da Healing.

Atualmente dedica-se ao estudo da terapia individual e da neurociência, entre outras disciplinas, além de realizar pesquisas nessas áreas e de escrever artigos sobre elas.

Contato

 (11) 96503-1530

daniel@danielmazzo.com.br

www.danielmazzo.com.br

tags
Para o topo