Auriculoterapia: Restabelecendo o equilíbrio energético

Ao estimular pontos da orelha, a técnica da Medicina Tradicional Chinesa auxilia no resgate da saúde integral e na prevenção de doenças.

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) guarda saberes preciosos para o florescimento e manutenção da saúde integral. Dentre as inúmeras ferramentas transmitidas pelos mestres chineses, está a Auriculopuntura, técnica milenar que se baseia nas cartografias do aparelho auditivo externo, onde estão os pontos de meridianos correspondentes do corpo.

“O estímulo adequado desses pontos, de acordo com os preceitos da MTC, permite que a pessoa reequilibre sua energia vital, recuperando a saúde ou prevenindo doenças”, explica Antonieta Bonifácio dos Reis, odontóloga, docente em acupuntura e facilitadora em cursos de florais pela Healing Essências Florais.

Reconhecida como Prática Integrativa e Complementar pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), essa terapêutica é amplamente difundida pelo fácil acesso, já que os materiais utilizados, fitoterápicos como gergelim e mostarda, são encontrados facilmente e substituem as agulhas, instrumentos mais invasivos e que, por isso, requerem maior biossegurança.

A visão da Medicina Tradicional Chinesa

“Para a MTC, tudo é energia (Qi). Seu ideograma simboliza o grão e o vapor, ou seja, o estado da energia pode estar diferente, mais condensado, pesado (yin), e também mais instável, fluido (yang). Através desta representatividade das energias opostas e complementares, vamos compreendendo os conceitos mais profundos, seja no corpo físico ou no campo emocional”, detalha a terapeuta.

Dentro desta perspectiva, a doença é vista como um desequilíbrio entre as energias yin e yang, ou seja, um descompasso energético. Por isso, essa tradição terapêutica não trata a doença e sim a pessoa que se encontra neste estado de desequilíbrio.

Traduzindo para a prática cotidiana, a MTC compreende o adoecimento como reflexo de desajustes emocionais, ou seja, a alma desbalanceada pedindo para ser vista e cuidada. Como cada ser humano é único, essa medicina leva em conta o universo de cada indivíduo, sua biografia, seu modo de ser e sentir, bem como suas preocupações e conflitos. São essas informações que vão orientar o tratamento.

“O propósito é aumentar a resposta das forças curativas daquela pessoa”, afirma Antonieta. Segundo ela, a técnica é benéfica tanto em casos de disfunções crônicas de um modo geral, como em certos estados mentais: angústias, depressões, distúrbios de comportamento, como o espectro autista, além de fadigas, cansaços musculares, aumento de peso, falta de concentração e atenção.

Frequência da aplicação e cuidados

A frequência das aplicações varia de acordo com o desequilíbrio apresentado. Também são levadas em conta a idade e a própria vontade da pessoa em permanecer mais tempo. Segundo Antonieta, os resultados começam a aparecer dentro de oito horas, intensificando a melhora em três dias.

“Em geral, o estímulo na orelha pode ficar por volta de uma semana. Um pouco menos em crianças e em pessoas idosas, pela fragilidade tegumentar”, frisa a terapeuta.

Não há efeitos colaterais, somente algumas recomendações e cautelas que precisam ser respeitadas. Gestantes, crianças menores de quatro anos de idade (porque podem tirar o fito da orelha) e idosos (pela fragilidade tegumentar) devem ser observados e, talvez, não utilizar o método.

O aprendizado desta ferramenta terapêutica também é bastante democrático, uma vez que o exercício da Acupuntura e da Auriculopuntura é livre no país. Qualquer pessoa pode aprender a técnica, seja para se profissionalizar, seja para auxiliar pessoas da família e do convívio. Há ainda quem procure este conhecimento para associá-lo com outras práticas integrativas e complementares, a exemplo dos Florais de Bach.

Sinergia com os Florais de Bach e outras terapias

Auriculopuntura e florais formam um casamento auspicioso? Sem dúvida! As duas terapias caminham muito bem juntas, já que ambas compreendem o adoecimento como reflexo de desequilíbrios emocionais.

 “Quando utilizadas em sinergias, a Terapia Floral e a Auriculopuntura aliviam sintomas físicos e auxiliam a pessoa a promover escolhas mais saudáveis de vida”, afirma Antonieta.

Outras terapias também se afinam à Auriculoterapia, tais como o uso de óleos essenciais em forma de rolon, o uso de canetas cromoterápicas e a aplicação das essências florais na orelha. Tais associações trazem maior dinamismo e potencialização do processo terapêutico, já que todas elas vibram na mesma frequência de cura: a compreensão de que podemos regressar à nossa natureza primordial, saudável e luminosa.

Conheça o curso Auriculoterapia – Técnica Milenar no Processo de Equilíbrio Físico e Emocional
(nova turma iniciando no dia 07/06/2021, segunda-feira)

Ministrado por Antonieta Bonifácio dos Reis, odontóloga, docente em acupuntura e facilitadora em cursos de florais pela Healing Essências Florais, este curso ensina, de forma simples e prática, como utilizar a Auriculoterapia no resgate do equilíbrio energético e fortalecimento da saúde como um todo. O programa não requer pré-requisito algum e é destinado a todos que queiram aprender sobre a Auriculoterapia e suas aplicações na saúde física e emocional.

Confira depoimentos de alunos que já fizeram o curso

“Tratei uma pessoa com quadro de angústia associada a dor profunda no coração, tristeza e reatividade intensa como forma de defesa, além de dificuldade para dormir e ansiedade. Com Auriculoterapia e psicoterapia ela reagiu bem, a tensão diminui e minimizou o ciclo de espiral negativa. O sono melhorou e ela está mais tranquila. Agradeço muito.”

Glaucia Barbosa Santos

“O curso é maravilhoso. Ele complementou de forma mais sensível e amorosa o conhecimento que eu já havia adquirido anteriormente, sob um viés técnico. Sou muito grata e vou aplicar bastante a Auriculoterapia por aqui.”

Antonella

“Trabalho com Auriculoterapia há uns três anos e minha prática mudou depois desse curso. Muito obrigada à Antonieta e aos colegas pelas belas partilhas.”

Aline Ferreira

Saiba como a Auriculoterapia beneficiou comunidades paraenses por meio do Projeto Beth Bruno.

Antonieta Bonifácio – facilitadora em Goiânia desde 2013

Antonieta Bonifácio dos Reis

Odontóloga, Docente em Acupuntura e Facilitadora em cursos de florais pela Healing essências florais.

Contato

(62) 8259-0440

tags
Para o topo